google.com, pub-6560335388113308, DIRECT, f08c47fec0942fa0
 

ENTENDA COMO É FEITA A FARINHA DE TRIGO

A origem do precioso grão mistura-se com as lendas de quase todas as religiões: os egípcios atribuíam o seu aparecimento à Deusa Isis; os fenícios à Dagon; os hindus à Brama; os árabes à São Miguel; os cristãos à Deus.

Farinha de trigo branca

A farinha de trigo branca ou refinada é produzida a partir de grãos de trigo que passam por um processo de refinamento. É nesse processo que são retiradas a casca e o germe de trigo, onde se concentram os principais nutrientes do grão, como as fibras, as vitaminas e os minerais. Com isso, na composição final da farinha de trigo branca, ficam apenas o glúten e o amido.


E é por essa razão que ela se torna branquinha, mais leve e muito mais macia. Fonte de carboidratos simples, que são absorvidos e metabolizados rapidamente pelo organismo, a farinha de trigo branca se transforma em fonte de energia rapidamente. Sendo assim, os alimentos feitos à base dela são indicados em casos nos quais existe a necessidade emergente do uso de energia.


Farinha de trigo integral

Diferentemente da farinha branca, a farinha de trigo integral não oferece tanta leveza aos alimentos, pois mantém todos os componentes do grão de trigo, inclusive a casca e o germe. A principal vantagem do consumo da farinha de trigo integral é a presença de todos os nutrientes do grão de trigo, como as fibras solúveis e insolúveis, o ferro, o fósforo e o magnésio, que são indispensáveis na alimentação diária.


A farinha de trigo integral é metabolizada mais lentamente pelo organismo, ou seja, ela é transformada em energia de forma mais lenta quando comparada à farinha de trigo branca. Além disso, as fibras presentes na opção integral ajudam no bom funcionamento do organismo.



O trigo é limpo, por meio de sucção por ar e peneiração, para tirar o pó, a palha e os grãos murchos. Os grãos são umidificados para que sua casca amoleça – o processo leva de 12 a 24 horas. É feita uma nova limpeza por meio de sucção por ar e, depois, o polimento do grão, para eliminar de vez o pó, sujeiras e depois de triturados e peneiradas deixar a farinha bem branca.


Basicamente, o trigo passa por três processos até se tornar farinha. Primeiro, é feito o processo de separação e, em seguida, o processo de moagem para deixar a farinha mais palatável e reduzi-la a pó. Por último, há o enriquecimento da farinha com ferro e ácido fólico, a partir daí a farinha está pronta para ser consumida.


Para fazer pão, a farinha de trigo mais adequada é a do Tipo 1. Dentre as farinhas do Tipo 1, existem as de uso geral, para massas frescas, para confeitaria e para panificação. A farinha de Tipo 2 é mais amarelada e é mais utilizada pela indústria para produção de biscoitos. Todas as devem receber doses extras de ferro e de ácido fólico.


Tipos de farinha de trigo

Farinha branca tipo 00

Ela é super-refinada e 100% natural, feita com os grãos de trigo mais fracos. Isso significa que ela tem um teor de glúten menor ao mesmo tempo em que absorve mais água. Se perdeu? A gente explica! Tudo isso faz com que as massas feitas com esse tipo de farinha sejam leves e bem aeradas. Elas são ideias para o preparado de bolos e tortas. Ela também é digerida pelo organismo com mais facilidade.


O único problema é que a farinha branca tipo 00 não é produzida no Brasil. Ela é importada de países como Canadá, Itália e Argentina. Ou seja, pode ser um pouquinho mais difícil de encontrar. Mas calma, se não achou, tem uma maneira bem simples de substituí-la nas receitas: basta acrescentar 2 colheres (sopa) de amido de milho a cada 200g de farinha de trigo tipo 1 (a mais comum). Lembre-se de peneirar bem, viu? Assim sua massa vai ficar mais aerada e seus ingredientes bem misturados.


Farinha branca tipo 0

Essa farinha tem um teor de glúten um pouco maior que a farinha branca tipo 00. Outra diferença também está no fato de que essa farinha é branqueada naturalmente, além de conter mais ferro, que irá ajudar na textura e no volume das massas. Ela é indicada para preparar pães, pizzas e massas de macarrão.


Farinha tipo 1

A farinha tipo 1 ou especial é uma das mais versáteis e também a mais comum. Ela é feita de uma mistura de grãos de trigo fracos e fortes (com pouco e muito glúten). Assim como a farinha branca tipo 0, ela pode ser branqueada naturalmente (orgânica) ou quimicamente. Essa farinha é usada para preparar pães também.

160 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
 
google.com, pub-6560335388113308, DIRECT, f08c47fec0942fa0